Tornar-se uma Bênção na Vida dos Outros | Kabbalah Centre Portugal

Tornar-se uma Bênção na Vida dos Outros

Como já disse antes, pode ser agradável sentarmo-nos sozinhos no cimo de uma montanha a meditar, mas não é realmente para tal que estamos cá. O mundo está cheio de pessoas que precisam da nossa ajuda. Quando uma criança está com fome, devemos alimentá-la. Quando um amigo está com dificuldades, é necessário agirmos. Por melhores que sejam as nossas intenções, se não as manifestarmos no mundo elas são inúteis. Todos os dias surgem milhares de oportunidades para nos ajudarmos uns aos outros. Às vezes, somos nós que devemos estender a mão. Outras vezes, somos nós próprios que precisamos de uma mão amiga. Esta semana podemos pegar no que sabemos com a nossa mente e sentimos no coração, e integrá-lo mais nas nossas vidas diárias, onde as nossas ações espirituais podem fazer muito bem aos outros e ao mundo.

 

Na porção de Vayechi, Jacob abençoou os filhos e os netos. Colocou as mãos sobre as suas cabeças para ativar e canalizar a sua própria energia. Nós também temos o poder de abençoar, tornando-nos uma bênção na vida dos outros. Também temos a capacidade de abençoar as pessoas na nossa vida que estão com dificuldades, simplesmente ao mostrar-lhes um pouco mais de amor.

 

Nesta porção, também encontramos a morte de Jacob e José. Jacob e José foram veículos de uma poderosa energia e ambos deram de si ao longo de toda a sua vida. A vida é cheia de momentos em que devemos pedir a força e a coragem para viver a sabedoria do nosso coração. Pode nem sempre ser fácil, mas o esforço que colocamos nas nossas práticas espirituais irá certamente voltar para nós a duplicar ou a triplicar. Este mundo dá-nos todos os dias oportunidades para transformar a essência dos nossos corações em algo real e visível, algo que pode perdurar mesmo depois de deixarmos este mundo.

 

Esta semana, na vossa meditação, fiquem quietos e sintam o mundo ao vosso redor. Sejam sensíveis a todas as orações que estão a ser enviadas aos Céus. O mundo está cheio de oportunidades para compartilhar. O mundo está cheio de corações partidos para sarar e mãos que se estendem a pedir ajuda. Quem, de entre vós, está talvez a passar por um momento difícil? Talvez oferecer-lhe uma chávena de café numa certa manhã possa alegrar o seu dia. Quem conhecem que poderia realmente necessitar de um telefonema rápido, ou mesmo de uma mensagem, dizendo: "Gosto de ti. Estou a pensar em ti. Estou aqui para ti”.

 

Meus amigos, o mundo está hoje em dia tão frágil. Vamos agir nos nossos corações. Estar abertos às necessidades dos outros e saber que as suas necessidades são tão reais e tão importantes como as vossas. Esta semana, se tentarmos, podemos ser como a mão de Deus para outra pessoa, uma mão que vem de cima e que tem o poder de mudar tudo para melhor. E aposto que se estivermos dispostos a tentar ajudar a abençoar outro, vamos, com certeza, ver uma bênção surgir nas nossas próprias vidas.

 

Com todo o meu amor

Karen